Mais de 20 mil cearenses caíram na malha fina

Dezembro 10, 2014 Sem comentários »

A Receita Federal do Brasil (RFB) divulgou ontem o resultado consolidado do processamento dos lotes de restituição do Imposto de Renda Pessoa Física (IRPF) 2014, revelando um total de 937.939 declarações retidas em malha fiscal. No Ceará, esse número é de 20.665, sendo 16.781 apenas em Fortaleza.

Dos mais de 900 mil contribuintes que caíram na malha fina 740.760 são referentes a declarações com imposto a restituir; 174.301 declarações com imposto a pagar; e 22.878 declarações sem saldo de imposto a pagar ou a restituir.

O maior motivo de retenção em malha foi omissão de rendimentos, presente em 52% das retenções. Isso acontece quando o valor do rendimento declarado na Declaração de Ajuste Anual do Imposto sobre a Renda da Pessoa Física (DIRPF) é menor do que o informado pela fonte pagadora em Declaração do Imposto sobre a Renda Retido na Fonte (Dirf).

Em segundo lugar estão as despesas médicas, respondendo por 20% das retenções.

O contribuinte pode consultar a situação da Declaração apresentada por meio do serviço Extrato do Processamento da DIRPF, disponível na página da Receita Federal da Internet.

O serviço é acessível por certificado digital válido ou código de acesso, que pode ser gerado seguindo instruções na própria página da RFB. É muito importante verificar se existem Pendências na Declaração. Constatando erros na Declaração apresentada, o contribuinte pode corrigi-los por meio de uma Declaração retificadora. Se não houver erro e o contribuinte tiver todos os documentos que possam comprovar os valores declarados, apontados como pendências, pode agendar uma data para comparecer à RFB e apresentar a documentação. O agendamento começa a partir de dois de janeiro de 2015.

Total no estado

Malha fiscal

Fortaleza: 16.781
Juazeiro do Norte: 2.130
Sobral: 1.754
Total: 20.665

Assunto Relacionado

Comente