Volkswagen volta atrás e diz não haver provas de manipulação em emissões

Dezembro 11, 2015 Sem comentários »

A Volkswagen afirmou, nesta quarta-feira (9), que não existem provas de manipulação dos dados de emissão de CO2 de milhares de veículos, ao contrário do que a própria montadora havia anunciado há algumas semanas. “Não foi confirmada a suspeita de que foram alterados ilegalmente os números de consumo de combustível”, afirma em comunicado a companhia que comercializa 12 marcas. A empresa também indicou que até o momento não se confirmou o possível impacto negativo em suas contas, avaliado inicialmente em 2 bilhões de euros.

A Volkswagen, que está envolvida em um escândalo mundial por ter manipulado 11 milhões de carros para adulterar os resultados dos testes de contaminação, anunciou no início de novembro o resultado de uma investigação interna, segundo a qual existiam milhares de veículos com emissões de CO2 inferiores ao indicado, algo que agora desmente.

A montadora afirmou na ocasião que o caso poderia afetar 800.000 veículos, incluindo automóveis a gasolina, e que poderia custar até dois bilhões de euros. Após o anúncio, revelado em primeiro lugar pelo jornal alemão Frankfurter Allgemeine Zeitung, as ações da Volkswagen dispararam na Bolsa de Frankfurt.

O novo diretor do grupo, Matthias Müller, e Hans-Dieter Pötsche, presidente do conselho de supervisão, concederão uma entrevista coletiva na quinta-feira em Wolfsburg, onde fica a sede da empresa, para falar sobre o caso dos motores com software que adulterava resultados.

Fonte: FolhaPress

Assunto Relacionado

Comente