Iguatu está no roteiro do Rally Cerapió

Julho 21, 2015 Sem comentários »

Com o roteiro traçado, o Cerapió 2016 foi lançado na noite da última sexta-feira (17) com um roteiro novo. Passando inteiramente pelo sertão , o evento acontece entre os dias 27 a 30 de janeiro e conta com a volta do VeloCerapió, uma prova de velocidade que volta após oito anos de ausência. O percurso desvenda locais que pouco entram no roteiro turístico, mas que exploram todas as potencialidades do Ceará ao Piauí.

Tradição de 29 anos de um dos maiores eventos off road do país. Entre as diversas doses de adrenalina, por onde passa, o Rally Cerapió também deixa suas sementes de cidadania. Com projetos voltados para o social, pelas trilhas são distribuídos mais de 10 mil livros com a Rallyteca.

Exames oftalmológicos também auxiliam algumas pessoas a verem melhor outros caminhos que a falta de uma consulta médica, em povoados muito distantes não teriam acesso. O coordenador geral do evento, Ehrlich Cordão, fala sobre as novidades do evento em 2016.

– O roteiro bem sertão é uma das maiores novidades, o evento vai valer pela abertura do campeonato brasileiro de moto, quadricilos, UTVs, carros e pelo ranking nacional da prova de mountain bike. Vamos explorar muito as cidades que têm potencialidades e peculiaridades para entrar em roteiros turísticos – revelou.

Percurso inédito de com jeito de quem quer desbravar o sertão. A estimativa é que os mais de 600 pilotos, de todas as categorias de disputa, possam também revelar as potencialidades de cada um dos municípios por onde o Rally passa.

Roteiro do Rally Cerapió tem percursos diferentes das modalidades nos quatro dias de provas (Foto: Divulgação)

Saindo de Fortaleza, a prova de regularidade inicia em Maraguape e percorre 160km até Quixadá no primeiro dia. No segundo, o percurso fica maior e 200km depois chega-se em Iguatu. Atravessando as fronteiras estaduais, os competidores deixam Iguatu para trás e percorrem 285km até adentrar o Piauí pelo município de Picos. A cidade do mel é a última parada até os pilotos chegarem em Teresina, rodando os 350km finais até a linha de chegada.

As provas de bikes tem circuitos diferentes. Também largando de Maranguape pedalam 75km até Pacoti. No segundo dia fazem 60km no trecho entre Iguatu e Orós. Já no Piauí, o terceiro dia guarda 65km de prova entre as cidades de Picos e Ipiranga e no último dia de provas o circuito acontece na cidade de Teresina com os 60km finais. São esperadas 250 competidores na categoria.

Assim como as provas de bike que fazem circuitos fechados, o VeloCerapió faz circuitos nas cidades de Fortaleza, Quixadá, Picos e Teresina com o único objetivo de saber quem é o melhor em velocidade. O termo de ordem nessa prova é pura e unicamente pé em baixo.

Competidores assistem ao lançamento do Cerapió 2016 (Foto: Emanuele Madeira/GLOBOESPORTE.COM)

– É uma prova tipo Rally dos Sertões. É uma prova de velocidade. Vamos fazer circuitos de 30km onde os competidores vão dar quatro voltas no total de 120km – explica Ehrlich Cordão.

Ehrlich Cordão afirma que para todas as categorias são esperados mais competidores que no ano anterior. Com a prova maior no ano de 2016, evento reconhecidamente o maior evento off road da América Latina, se reinventa com elementos tradicionais da própria prova que promete acirrar ainda mais as disputas das categorias.

Fonte: Globo Esporte Piauí

Assunto Relacionado

Comente