Terceirização deve levar mais 11 anos para ser aprovada no Senado, diz José Pimentel

Abril 27, 2015 Sem comentários »

Segundo o senador José Pimentel (PT-CE), a lei da terceirização, aprovada na última quarta-feira (22) na Câmara Federal, deve levar mais 11 anos em tramitação no Senado Federal. A declaração foi dada em entrevista ao repórter José Maria Melo, no início desta manhã.  

> Plenário aprova emenda que altera vários pontos do projeto da terceirização

“Na Câmara, ela [a lei] ficou 11 anos tramitando, nesse período o Brasil gerou mais de 20 milhões de empregos, deixando claro de que a tercerização não serve para criar novos empregos, porque se fosse verdade o Brasil não teria gerado tanto empregos nesses ultimos 11, 12 anos. No Senado, nós vamos fazer a dicussão normal. E já que a Câmara ficou 11 anos, nós temos uma referência”, opina.

O político cearense acredita que a lei não é a solução para a geração de novas vagas de empregos no País. “A sociedade brasileira aguardou 11 anos na Câmara Federal e não sentiu nenhuma falta desse processo de terceirização, muito pelo contrário, o Brasil gerou mais de 20 milhões de empregos com carteira assinada”, reitera.

Eleições 2016

Indagado se o Partido dos Trabalhadores contará com candidato para a Prefeitura de Fortaleza nas Eleições de 2016, José Pimentel não só acenou acenou com a possibilidade como adiantou que Luizianne Lins é uma das cotadas para representar a legenda.

“A razão de ser de um partido político é ter candidatos nas suas eleições, pelo contrário, vira uma ONG. Então, por isso o Partido dos Trabalhadores deverá ter candidato a prefeito em 2016. Nós temos bons nomes como o de Luizianne Lins, além de uma série de outras lideranças”, completa.

Assunto Relacionado

Comente